módulos de memória Kingston sobre um fundo cinza com um reflexo abaixo

A memória está passando por uma revolução silenciosa. O que está acontecendo?

#KingstonCognate apresenta Simon Besteman

Foto de Simon Besteman um consultor de provedores de serviços de internet (ISP), fornecedores e data centers

Simon Besteman tem nacionalidade francesa e holandesa e um profundo conhecimento dos setores de tecnologias da informação e comunicação (ICT) e data centers. Ele possui mais de 20 anos de experiência trabalhando com ISPs, fornecedores e data centers, atuando como consultor administrativo para uma vasta gama de organizações. Simon atuou em vários cargos de gestão sênior em empresas multinacionais nas áreas de serviço, vendas e marketing, gestão de operações e desenvolvimento estratégico.

Atualmente, Simon é o Diretor Administrativo da Dutch Cloud Community, a coalisão da Holanda de provedores hosting. Como um representante líder do setor , ele é um blogueiro frequente do setor sobre assuntos de políticas e problemas ligados ao setor, o orador principal em congressos e conferências e um participante das reuniões do governo holandês sobre comunicações, data center e assuntos regulatórios da internet. Ele tem um assento nos conselhos de vários grupos do setor, com um foco em educação, emprego e governança.

DRAM a escolha essencial

módulos de memória de notebook e computador, servidor 16Gbit sobre uma ilustração de traços e chips de uma placa de circuito

Há muitas similaridades entre os desenvolvimentos de memória e processadores no setor. As placas produzem chips cada vez menores, permitindo mais chips em cada placa. Mais chips na placa permite mais capacidade, que será usada para mais armazenamento ou maior rendimento. Ou ambos.

O novo padrão será DDR5. A capacidade será o dobro da DDR4. Estamos indo para uma densidade do chip de 8 para 16Gbit. Em um laptop com dois slots com SODIMM sem buffer você ficava limitado a 32GB, agora você vai poder ter 64GB.

Essa é uma evolução natural que acontece toda vez que vivenciamos um avanço tecnológico no setor de memória. Serão boas notícias. Criando servidores mais velozes; permitindo que eles tenham um maior desempenho. Isso também permitirá laptops com melhores desempenhos para o uso em ambientes de trabalho híbrido após a COVID-19. Além disso, isso também auxiliará nas ferramentas de colaboração como Zoom e Teams que monopolizam recursos no seu sistema. Ter mais memória é essencial.

A transição para 16Gbit é um bom momento para fazer um balanço

Essa transição de 8 para 16Gbit é um bom momento para questionar se você deve migrar ou atualizar o hardware.

O maior desafio, de acordo com Adrien Viaud, Gerente de Tecnologia Sênior da Kingston Technology, é a compatibilidade. “Sua capacidade de atualizar no futuro é comprometida se você estiver usando Intel Skylake e sistemas mais antigos já que não são compatíveis com a nova geração de componentes DRAM 16Gbit” ele explica. “A DRAM de 16Gbit permite que você dobre a capacidade por módulo de memória, entretanto, é necessário uma verificação de compatibilidade do sistema. A equipe Kingston pode ajudar a pesquisar se seu sistema é compatível.”

Conforme colocado por Ferdi van der Zwaag, Líder de Equipe Benelux e Gerente de Desenvolvimento de Negócios EMEA “Nossa tarefa é guiar o cliente através do processo de compra do tipo certo de memória. Isso é mais complexo do que simplesmente instalar a memória mais recente. Para cada cliente precisamos determinar a combinação certa da capacidade apropriada combinada com suas exigências de velocidade.”

Principais parâmetros para considerar

Em termos de uso, tudo depende dos aplicativos que serão executados no servidor. Com base essencialmente em três parâmetros importantes: O desempenho que o aplicativo precisa, a capacidade de rendimento da memória e o uso de energia.

Viaud usa essa analogia. “Uma via expressa possui diferentes pistas/lanes, portanto em primeiro lugar você olha a arquitetura. Por exemplo, plataformas com base em Intel Cascade Lake vêm com uma arquitetura de canal de memória 6 (6 pistas/lanes) e AMD Rome oferece 8 (8 pistas/lanes). Pense nos seus dados como carros. Para ter o melhor rendimento você precisa de um carro por pista/lane. Se você colocar todos os seus carros na mesma pista, você criará um engarrafamento que será prejudicial para o desempenho da memória do seu sistema.” Essa é a desvantagem que você terá que colocar na balança: rendimento ou capacidade. O tipo de processador usado nos servidores também dita a velocidade da memória. O processador mais moderno dará a você o melhor desempenho, se você escolher um processador menos poderoso, a memória reduzirá a velocidade porque o processador não pode gerenciar a velocidade da memória.

Gerações mais antigas podem não ser compatíveis. Quando uma transição como essa está acontecendo, você pode ter sistemas que perderão o suporte. Você pode precisar de estoque ou encontrar partes que você poderia usar por um período maior. É importante pensar sobre o futuro e sobre a escalabilidade: e se você quiser adicionar memória em um ano? Se você preencheu seu servidor com módulos de baixa capacidade você ficará preso e terá que remover os módulos pré-instalados e substituí-los por módulos novos.

Conforme desaceleramos em termos de litografia, começamos a ver benefícios em termos de consumo de energia. Como a capacidade de cada módulo é muito maior, a eficiência de energia aumenta de acordo. Preencher metade dos slots do servidor com módulos de maior capacidade dará a você um melhor rendimento e será mais eficiente em relação à energia do que preencher todos os slots. Outra vantagem, é claro, é que ainda será possível adicionar mais capacidade posteriormente, conforme haja slots disponíveis. Você tem opções na bios, configurações de energia, desempenho etc. para configurar tudo isso.

Há diferentes tecnologias de memória disponíveis, UDIMM, RDIMM e LRDIMM, porém elas não podem ser misturadas. O sistema não vai conseguir reinicializar. Portanto é importante saber qual tecnologia de memória está instalada antes de atualizar.

O melhor parceiro de memória para a sua solução

“Não há certo ou errado, precisamos ajudar os clientes a tomarem a decisão certa para seus sistemas. Eu já vi erros acontecerem” adiciona Ferdi van der Zwaag “A Kingston é como a navsat que ajudará você a navegar através desse cenário.”

O conselho da Kingston é começar com as páginas de soluções e então usar o serviço de “Pergunte a um Especialista” para dizer à equipe o que você quer fazer. Você terá o aconselhamento sobre a melhor tecnologia para a sua aplicação e quais configurações escolher, qual capacidade, qual rendimento, qual velocidade e qual consumo de energia você pode esperar da instalação.

Te convidamos a ouvir o podcast* com Simon Besteman, Adrien Viaud, e Ferdi van der Zwaag.

Escute o podcast

#KingstonIsWithYou

visão de cima de um laptop sobre uma mesa escura com ilustrações em linhas de uma placa de circuito

Pergunte a um Especialista

Planejar a solução certa exige um entendimento do seu projeto e dos requisitos do sistema. Deixe que um especialista da Kingston te oriente.

Pergunte a um Especialista

Buscador de Produtos da Kingston

Quando você começa escolhendo Kingston, escolher uma memória é fácil.
Com mais de 35 anos de experiência, a Kingston possui o conhecimento e os recursos que você precisa para escolher uma memória com confiança.

Pesquisa por Sistema/Dispositivo

Simplesmente digite a marca e o número do modelo ou o número da peça do sistema de computador ou dispositivo digital para encontrar a memória que você precisa.

Pesquisa por Número da Peça

Pesquise por número de peça Kingston, número de peça do distribuidor ou número de peça equivalente do fabricante.

Artigos relacionados