Este site usa cookies para oferecer melhores recursos e funcionalidades. Ao usar o site, você está consentindo com esse uso. Nós valorizamos sua privacidade e a segurança de dados. Examine nossa Política de Cookies e Política de Privacidade, ambas foram atualizadas recentemente.

Otimização da memória e do SSD

Otimizando a memória e o SSD nos servidores

Se o seu departamento de TI está considerando a implementação do Windows Server 2012 e SQL Server 2012 é importante ter um entendimento do comportamento da memória do servidor e do impacto do armazenamento de estado sólido sobre os principais recursos presentes em ambas as plataformas. Em um documento redigido em nome da Kingston pela VDX, uma destacada empresa de consultoria especializada na criação de soluções flexíveis para áreas de trabalho e centros de processamento de dados, um profundo exame foi realizado na virtualização e nas cargas de trabalho do SQL Server, duas áreas que representam os melhores locais para se considerar a otimização da memória do servidor e do SSD para utilização plena das novas capacidades e aprimoramentos no desempenho disponíveis nessas versões.

Embora o documento descreva detalhes completos, as seguintes diretrizes básicas destacam a otimização da memória do servidor e as melhores práticas para o uso de SSDs para tratar dos grandes desafios de I/O da versão Windows 2012 do Hyper-V e para projetar a melhor arquitetura de hardware de back-end para uso no SQL Server 2012 no centro de processamento de dados.

Considerações e recomendações sobre as melhores práticas para otimização de memória e SSD:

  • Ao alimentar o servidor físico, certifique-se sempre de que a memória esteja corretamente preenchida nos bancos de memória observando a arquitetura de memória de canal triplo ou quádruplo e NUMA. Visite http://www.kingston.com/br/business/server_solutions para mais informações sobre a otimização da configuração DRAM do servidor físico, em relação a desempenho, capacidade e/ou energia.

  • Ao implementar o Hyper-V, use Dynamic Memory para assegurar que o investimento feito em memória de servidor esteja sendo usado da forma mais eficiente. Tenha um cuidado especial com cargas de trabalho que possam ter ajustes de configuração de memória que não estejam configuradas de maneira ótima, como aplicativos de banco de dados – isso pode acarretar resultados imprevisíveis com o uso da Dynamic Memory. Procure sempre entender a memória real e as exigências de desempenho de armazenamento de qualquer carga de trabalho a ser virtualizada.

  • Considere a colocação de arquivos de paginação em VHDs separados residentes em SSDs, especialmente para cargas de trabalho críticas. Isso irá assegurar que se a memória host Hyper-V tornar-se restrita, a paginação de acesso resultante irá proporcionar o melhor desempenho possível. Você também deve considerar o uso de SSDs para arquivos de Paginação Hyper-V Smart para otimizar o desempenho em situações de memória restrita.

  • Ao virtualizar a SQL, não sobrecarregue a CPU e a memória no servidor. Analise as ocorrências do Servidor SQL para determinar as exigências de memória e então configure as definições de memória max server para evitar o consumo desnecessário de memória para o pool do buffer. Uma Memória Dinâmica Hyper-V poderá ou não beneficiar o Servidor SQL. Se as ocorrências forem configuradas adequadamente para a memória max server, então a quantidade de memória exigida para a VM é previsível e a Memória Dinâmica talvez não seja necessária. Se as definições da memória max server não forem ser configuradas, use memória estática na configuração da VM; não use Memória Dinâmica e coloque apenas uma SQL em um servidor.

  • Utilize SSDs Empresariais de grau servidor para bancos de dados SQL específicos ou logs de transação. O SQL Tempdb irá ser beneficiado com o desempenho dos SSDs e poderá ser facilmente implantado em um servidor local para evitar custos excessivos de SAN. Ao invés de colocar cada log de transação de banco de dados em um volume de armazenamento diferente, consolide-os em um único arranjo SSD para obter os benefícios de um melhor desempenho. Para mais informações sobre as ofertas SSD Empresariais da Kingston, acesse http://www.kingston.com/br/ssd/enterprise.

  • O desempenho do armazenamento VDI não persistente será beneficiado significativamente com a colocação de discos de diferenciação (delta) no armazenamento SSD. Embora represente um desafio, VDI não persistente é o modelo alvo para um retorno do investimento bem sucedido em soluções VDI.

Para documentação completa do servidor DRAM e otimização SSD no Windows Server 2012 e SQL Server 2012 e para saber mais sobre recomendações e otimizações de melhores práticas a serem consideradas na determinação da estratégia correta para seu ambiente de TI, leia Memória e Otimização SSD no Windows Server 2012 e SQL Server 2012.

        Back To Top