CÓDIGO DE CONDUTA DA KINGSTON

A Kingston Technology Company, Inc. e suas unidades em todo o mundo (aqui mencionadas coletivamente como “Kingston”) têm o compromisso de adotar o Código de Conduta (Versão 7.0 – 2021) Aliança de Negócios Responsável (RBA) que estabelece padrões para assegurar que as condições de trabalho sejam seguras, que os trabalhadores sejam tratados com respeito e dignidade e que as operações comerciais não sejam nocivas ao meio ambiente. A Kingston acredita que ao adotar e incorporar este Código de Conduta RBA (aqui mencionado como “este Código”) em nossas operações comerciais poderemos promover e manter a integridade em todas as nossas áreas de negócios. Ao manter a conformidade com as políticas descritas neste Código, a Kingston espera que seus fornecedores cumpram este Código, que define os padrões referentes à proteção do meio ambiente, relação com a sociedade, práticas éticas, privacidade de dados, qualidade dos produtos, proteção, saúde e segurança de seus funcionários e ainda sistema de gerenciamento. Embora reconheçamos que os ambientes legais e culturais nos quais os Fornecedores operam em todo o mundo possam variar, este Código estabelece os requisitos mínimos que todos os Fornecedores deverão cumprir ao negociar com a Kingston. Os fornecedores devem cooperar no processo de avaliação de desempenho realizado pela Kingston em relação ao Código e estarem abertos a inspeções. Os fornecedores devem manter a documentação necessária para demonstrar conformidade com este Código e devem oferecer à Kingston acesso a esta documentação mediante solicitação da Kingston. Os fornecedores devem proporcionar aos representantes da Kingston acesso razoável às instalações de produção associado a visitas monitoradas. Violações deste Código por parte de Fornecedores da Kingston podem resultar em encerramento dos negócios e os Fornecedores deverão cooperar com as avaliações de desempenho da Kingston em relação a este Código no momento devido. Este código será mantido e atualizado à medida que novas revisões forem divulgadas pela RBA.

A. Trabalho

A Kingston tem o compromisso de defender os direitos humanos de seus trabalhadores e tratá-los com dignidade e respeito, conforme entendimento da comunidade internacional. Isso se aplica a todos os trabalhadores, inclusive os temporários, imigrantes, estudantes, contratados, funcionários diretos e qualquer outro tipo de trabalhador. Os padrões reconhecidos, conforme descrito nas Referências, foram usados na elaboração do Código e podem ser fontes valiosas de informações adicionais.

Os padrões trabalhistas são:

  1. Livre escolha de emprego

    Trabalho forçado, escravo (incluindo escravidão por dívida) ou servidão por contrato, trabalho involuntário ou abusivo de reclusos, escravidão ou tráfico de pessoas não é permitido. Isso inclui transporte, alojamento, recrutamento, transferência ou recepção de pessoas por meio de ameaça, força, coerção, rapto ou fraude para trabalho ou serviços. Não devem existir restrições injustificadas associadas à liberdade de movimentos dos trabalhadores na instalação além de restrições injustificadas sobre a entrada ou saída das instalações fornecidas pela empresa incluindo, se aplicável, dormitórios ou alojamentos de trabalhadores. Como parte do processo de contratação, todos os trabalhadores deverão receber um contrato de trabalho por escrito, em sua língua nativa, que contenha uma descrição dos termos e condições de trabalho. Trabalhadores imigrantes estrangeiros devem receber um contrato de trabalho antes da partida do trabalhador de seu país de origem e não serão permitidas quaisquer substituições ou alterações no contrato de trabalho quando da chegada ao país de destino, a não ser que essas alterações sejam feitas para atender à lei local ou oferecer melhores termos ou condições de igualdade. Todo trabalho deve ser voluntário e os trabalhadores devem ser livres para deixar o trabalho a qualquer momento ou encerrar seu vínculo empregatício sem qualquer penalidade se um aviso razoável for apresentado conforme o contrato do trabalhador. Empregadores, agentes e sub-agentes não devem manter ou de alguma forma destruir, ocultar ou confiscar documentos de identidade ou imigração, tais como identificações emitidas pelo governo, passaportes ou permissões de trabalho. Empregadores somente podem manter qualquer documentação se tal posse for exigida por lei. Neste caso, em nenhum momento os trabalhadores deverão ter o acesso negado aos seus documentos. Os trabalhadores não deverão pagar aos agentes ou sub-agentes de seus empregadores taxas de recrutamento ou outras taxas relacionadas ao seu emprego. Se for constatado o pagamento de algumas dessas taxas por parte dos trabalhadores, tais taxas deverão ser reembolsadas ao trabalhador.

  2. Trabalho Infantil

    O trabalho infantil não deve ser usado em nenhum estágio do processo de fabricação. O termo "infantil" se refere a qualquer pessoa que tenha menos de 15 anos de idade ou que esteja em idade de conclusão da escolaridade obrigatória ou que esteja abaixo da idade mínima para emprego no país, o que for maior. A Kingston se utiliza de mecanismos apropriados para verificar a idade dos trabalhadores. Apoiamos o uso de programas de aprendizado legítimos no local de trabalho, cumprindo todas as leis e regulamentos vigentes. Trabalhadores com menos de 18 anos (trabalhadores jovens) não deverão executar qualquer trabalho que possa comprometer sua saúde ou segurança, incluindo turnos noturnos e horas extras. A Kingston assegura o gerenciamento apropriado de trabalhadores estudantes através da manutenção adequada dos registros dos alunos, rigorosa diligência prévia de parceiros educacionais e proteção dos direitos dos estudantes de acordo com as leis e regulamentos aplicáveis. A Kingston oferece suporte e treinamento apropriados para todos os trabalhadores que estudam. Na ausência de uma lei local, o valor do salário para trabalhadores estudantes, estagiários e aprendizes deverá ser pelo menos igual ao de quaisquer outros trabalhadores de nível iniciante ou com tarefas similares. Se for identificado trabalho infantil assistência/remediação será fornecida.

  3. Horas de trabalho

    Estudos de práticas de negócios claramente associam a tensão do trabalhador à menor produtividade, aumento da rotatividade e maior probabilidade de acidentes e doenças. As horas de trabalho não devem exceder o máximo definido pela lei local. Além disso, as horas de trabalho semanais não devem ultrapassar 60 horas por semana, incluindo horas extras, exceto em situações incomuns ou de emergência. Todas as horas extras devem ser voluntárias. Deverá ser permitido aos trabalhadores pelo menos 1 dia de folga a cada sete dias.

  4. Salários e Benefícios

    A remuneração paga aos trabalhadores deve estar em conformidade com todas as leis salariais vigentes, incluindo aquelas relacionadas a salário mínimo, horas extras e benefícios obrigatórios legais. Em conformidade com as leis locais os trabalhadores deverão ser remunerados pelas horas extras com valores maiores do que o salário/hora normal. Deduções de salário como medida disciplinar não deverão ser permitidos. Para cada período de pagamento, os trabalhadores deverão receber um comprovante salarial inteligível e em tempo hábil que inclua informações suficientes para certificar com exatidão a remuneração recebida pelo trabalho realizado. Toda a utilização de trabalho temporário, atípico e terceirizado estará nos limites da lei local.

  5. Tratamento humano

    Não deve existir tratamento agressivo ou desumano, incluindo violência, violência baseada em gênero, assédio sexual, abuso sexual, punição corporal, coerção mental ou física, bullying, humilhação pública ou insultos verbais dirigidos a trabalhadores; nem deve haver a ameaça de qualquer um desses comportamentos. Políticas e procedimentos disciplinares em apoio a essas exigências devem ser claramente definidos e comunicados aos trabalhadores.

  6. Não discriminação

    A Kingston está comprometida com um local de trabalho livre de assédio e discriminação ilegal. As empresas não devem se envolver em discriminação ou assédio baseado em raça, cor, idade, gênero, orientação sexual, identidade e expressão de gênero, etnia ou nacionalidade, deficiência, gravidez, religião, filiação política, associação a sindicatos, status de veterano de guerra, informações genéticas protegidas ou estado civil nas práticas de contratação e emprego, abrangendo salários, promoções, recompensas e acesso à treinamento. Os trabalhadores deverão dispor de acomodações razoáveis para práticas religiosas. Além disso, trabalhadores ou trabalhadores em potencial não devem estar sujeitos a testes médicos, incluindo testes de gravidez ou virgindade, ou ainda exames físicos que possam ser usados de maneira discriminatória. Este esboço foi elaborado a partir da Convenção contra Discriminação ILO (Emprego e Ocupação) (Nº 111).

  7. Liberdade de Associação

    Em conformidade com a lei local, a Kingston respeita o direito de todos os trabalhadores de formar e se associar a sindicatos de sua própria escolha, para acordos coletivos e participação pacifica em reuniões, bem como respeita o direito dos trabalhadores de abster-se de participar de tais atividades. Trabalhadores e/ou seus representantes devem ser capazes de comunicar e compartilhar ideias e preocupações abertamente com a administração em relação às condições de trabalho e práticas gerenciais sem receio de discriminação, represália, intimidação ou assédio.

B. Saúde e Segurança

A Kingston reconhece que além de minimizar a incidência de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, um ambiente de trabalho seguro e saudável melhora a qualidade dos produtos e serviços, a consistência da produção e a retenção e o moral do trabalhador. A Kingston também reconhece que trabalhadores bem informados e bem treinados são essenciais para identificar e solucionar problemas de saúde e segurança no local de trabalho. Sistemas de gestão reconhecidos como a ISO 45001 e Diretrizes sobre Segurança e Saúde Ocupacional da ILO foram usados como referência na elaboração do Código e podem ser fontes extremamente úteis de informações adicionais.

Os padrões de saúde e segurança são:

  1. Segurança Ocupacional

    O potencial do trabalhador para exposição a perigos de saúde e segurança (químicos, elétricos e outras fontes de energia, fogo, veículos e riscos de quedas etc.) deve ser identificado, avaliado e minimizado com o uso da Hierarquia de Controles, incluindo a eliminação de perigos, processos ou materiais de substituição, controle através de design apropriado, implementação de controles técnicos e administrativos, manutenção preventiva e procedimentos de trabalho seguro (incluindo lockout/tagout) e o fornecimento de treinamento permanente sobre saúde e segurança ocupacional. Onde os eventos não puderem ser adequadamente controlados por intermédio desses meios, os trabalhadores deverão receber equipamento de proteção individual apropriado e em boas condições de uso e ainda materiais educacionais sobre os riscos associados a esses perigos. Medidas adicionais razoáveis devem ser adotadas para retirar mulheres grávidas e ‘mães amamentando de condições de trabalho com alto nível de perigo, remover ou reduzir quaisquer riscos de saúde e segurança no local de trabalho para mulheres grávidas e mães amamentando, incluindo aqueles associados às suas designações de trabalho e fornecer ainda acomodações razoáveis para mães em processo de amamentação.

  2. Preparação para Emergências

    Situações e eventos potenciais de emergência devem ser identificados e avaliados, sendo seu impacto minimizado pela implementação de planos de emergência e procedimentos de resposta, incluindo relatórios sobre emergências, notificação a funcionários e procedimentos de evacuação, treinamento de trabalhadores e situações de simulação. Simulações de emergências devem ser executadas pelo menos uma vez ao ano ou conforme exigido pela lei local, o que for mais rigoroso. Planos de emergência também devem incluir detecção apropriada contra fogo e equipamentos de extinção, áreas de escape livres e desimpedidas, instalações de saída adequadas, informações de contato para socorristas de emergência e planos de recuperação. Tais planos e procedimentos devem se concentrar em minimizar os danos à vida, ao meio ambiente e à propriedade.

  3. Acidente e doença ocupacionais

    Procedimentos e sistemas devem estar em vigor para prevenir, gerenciar, acompanhar e relatar acidentes e doenças ocupacionais, incluindo provisões para estimular relatos de trabalhadores, classificar e registrar casos de acidentes e doenças, fornecer o tratamento médico necessário, investigar casos e implementar medidas corretivas para eliminar essas causas e promover o retorno dos trabalhadores ao trabalho.

  4. Higiene Industrial

    O trabalhador exposto a agentes químicos, biológicos e físicos deverão ser identificados, avaliados e controlados de acordo com a Hierarquia dos Controles. Se quaisquer perigos potenciais forem identificados, a Kingston buscará oportunidades para eliminar e/ou reduzir os perigos em potencial. Se a eliminação ou redução dos perigos não for viável, os potenciais perigos devem ser controlados através de projetos, técnicas e controles administrativos apropriados. Quando os perigos não puderem ser adequadamente controlados por tais meios, os trabalhadores deverão receber e usar de forma apropriada equipamentos de proteção individual em bom estado e isentos de cobranças. Programas de proteção devem ser permanentes e incluírem materiais educacionais sobre os riscos associados a tais perigos.

  5. Trabalho com exigência física

    A exposição dos trabalhadores aos perigos de tarefas que exigem esforço físico, incluindo o manuseio de materiais e ações repetitivas ou com elevação de peso, longas horas de pé e tarefas de montagem altamente repetitivas ou que exigem esforço devem ser identificadas, avaliadas e controladas.

  6. Proteção das máquinas

    O processo de produção e o maquinário devem ser avaliados em relação à segurança. Proteções, travas de segurança e barreiras físicas devem ser fornecidas e mantidas adequadamente onde os equipamentos representarem um perigo de acidente para os trabalhadores.

  7. Higiene, Alimentação e Alojamento

    Os trabalhadores devem receber acesso direto a instalações com banheiros limpos, água potável e preparação salubre de comida, armazenagem e instalações para alimentação. Os dormitórios dos trabalhadores fornecidos pela Kingston, ou agente de trabalho encarregado, devem ser mantidos limpos e seguros, com áreas de saída de emergência apropriadas, água quente para banho e chuveiros, iluminação adequada com calor e ventilação, acomodações individuais seguras para armazenagem de itens pessoais e de valor e ainda espaço pessoal razoável, juntamente com privilégios de entrada e saída razoáveis.

  8. Comunicação de saúde e segurança

    A Kingston fornece aos trabalhadores informações apropriadas sobre saúde e segurança no local de trabalho e também treinamento no idioma do trabalhador, ou em um idioma que o trabalhador possa entender, para todos os perigos identificados no local de trabalho aos quais os trabalhadores estejam expostos, incluindo, mas não se limitando a, perigos mecânicos, elétricos, químicos, físicos e de fogo. Informações relacionadas à saúde e segurança devem ser claramente afixadas na unidade ou colocadas em locais facilmente identificáveis e acessíveis para os trabalhadores. O treinamento deve ser fornecido a todos os trabalhadores antes do início do trabalho e regularmente durante a execução das tarefas. Os trabalhadores devem ser estimulados a manifestarem-se sobre quaisquer preocupações de saúde e segurança sem receio de retaliação.

C. Meio ambiente

A Kingston reconhece que a responsabilidade ambiental é parte integrante da fabricação de produtos de categoria internacional. A Kingston identifica os impactos ambientais e minimiza seus efeitos adversos na comunidade, meio ambiente e recursos naturais presentes em suas operações e processos de fabricação ao mesmo tempo em que protege a saúde e segurança do público. Sistemas de gestão reconhecidos como a ISO 14001 e o Sistema de Gestão e Auditoria Eco (EMAS) foram usados como referência na elaboração do Código e podem ser fontes extremamente úteis de informações adicionais.

Os padrões ambientais são:

  1. Licenças e denúncias ambientais

    Todas as licenças ambientais exigidas (por exemplo, monitoramento de descartes), aprovações e registros devem ser obtidos, conservados e mantidos atualizados, e seus requisitos de operação e relatórios devem ser seguidos.

  2. Prevenção da poluição e redução de recursos

    Emissões e descargas de poluentes e geração de resíduos devem ser minimizados ou eliminados na fonte ou através de práticas como adição de equipamentos de controle contra poluição; modificação da produção, manutenção e processos de gestão; ou por outros meios. O uso de recursos naturais, incluindo água, combustíveis fósseis, minerais e produtos de florestas virgens, deve ser conservado por práticas como processos de modificação, produção, manutenção e instalações, substituição de materiais, reutilização, conservação, reciclagem ou outros meios.

  3. Substâncias perigosas

    Produtos químicos, rejeitos e outros materiais que representam um perigo para os seres humanos ou para o meio ambiente devem ser identificados, rotulados e gerenciados para assegurar que seu manuseio, movimentação, armazenagem, uso, reciclagem ou reutilização e descarte seja efetuado de modo seguro.

  4. Rejeito Sólido

    A Kingston implementa uma abordagem sistemática para identificar, gerenciar, reduzir e descartar ou reciclar com responsabilidade rejeitos sólidos (não perigosos).

  5. Emissões na atmosfera

    As emissões na atmosfera de produtos químicos orgânicos voláteis, aerossóis, materiais corrosivos, partículas, substâncias que comprometem a camada de ozônio e subprodutos da combustão gerados a partir das operações devem ser caracterizados, monitorados rotineiramente, controlados e tratados conforme as exigências estabelecidas antes do seu descarte. Substâncias que comprometem a camada de ozônio devem ser gerenciadas de modo eficaz de acordo com o Protocolo de Montreal e as regulamentações aplicáveis. A Kingston realiza monitoramentos de rotina a respeito do desempenho de seus sistemas de controle de emissão de ar na atmosfera.

  6. Restrições de materiais

    A Kingston cumpre todas as leis, regulamentações e exigência dos clientes aplicáveis em relação à proibição ou restrição de substâncias específicas em seus produtos ou processos de fabricação, inclusive rotulagem para reciclagem e descarte.

  7. Gerenciamento da água

    A Kingston implementa um programa de gestão da água que documenta, caracteriza e monitora as fontes de água, seu uso e descarte; busca oportunidades para conservação da água; e controla os canais de contaminação. Toda a água residual é caracterizada, monitorada, controlada e tratada de modo apropriado antes da descarga ou descarte. A Kingston realiza monitoramentos de rotina sobre o desempenho dos sistemas de tratamento e contenção de águas residuais visando assegurar um desempenho perfeito e conformidade regulatória.

  8. Consumo de energia e emissões de gás de efeito estufa

    A Kingston estabelece uma meta para redução dos gases de efeito estufa em toda a empresa. O consumo de energia e todos os Escopos 1 e 2 pertinentes sobre emissões de gases de efeito estufa devem ser acompanhados, documentados e divulgados publicamente em relação a metas de redução de gases de efeito estufa. A Kingston busca métodos para melhorar a eficiência energética e minimizar seu consumo de energia e emissões de gases de efeito estufa.

D. Ética

Para cumprir suas responsabilidades sociais e alcançar sucesso no mercado, a Kingston e seus agentes mantêm os mais elevados padrões de ética incluindo:

  1. Integridade nos negócios

    Os mais elevados padrões de integridade devem ser cumpridos em todas as interações de negócios. A Kingston tem uma política de tolerância que proíbe quaisquer formas de suborno, corrupção, extorsão e fraude.

  2. Nenhuma vantagem indevida

    Suborno e outros meios de obtenção de vantagens indevidas ou impróprias não devem ser prometidos, oferecidos, autorizados, dados ou aceitos. Esta proibição abrange prometer, oferecer, autorizar, dar ou aceitar qualquer coisa de valor, seja direta ou indiretamente através de um terceiro, a fim de obter ou reter negócios, direcionar negócios para quaisquer pessoas, ou de alguma forma conseguir uma vantagem indevida. O monitoramento, manutenção de registros e procedimentos de fiscalização devem ser implementados para garantir a conformidade em relação às leis anticorrupção.

  3. Divulgação de informações

    Todos os acordos comerciais devem ser realizados de forma transparente e refletidos de forma precisa nos livros e registros da Kingston. Informações relacionadas a trabalho, saúde e segurança, práticas ambientais, atividades de negócios, estrutura, situação financeira e desempenho da Kingston devem der divulgadas de acordo com as regulamentações aplicáveis e práticas vigentes do setor. A falsificação de registros ou deturpação de condições ou práticas na cadeia de suprimentos é uma ocorrência inaceitável.

  4. Propriedade Intelectual

    Os direitos de propriedade intelectual devem ser respeitados, a transferência de tecnologia e know-how deve ser feita de maneira que proteja os direitos de propriedade intelectual e as informações de clientes e fornecedores devem ser sempre protegidas.

  5. Negócios, publicidade e concorrência de modo justo

    Padrões de negócios, publicidade e concorrência de modo justo devem ser cumpridos.

  6. Proteção de identidade e não retaliação

    Programas que asseguram a confidencialidade, anonimato e proteção das denúncias feitas por funcionários devem ser mantidos, exceto se proibido por lei. Os fornecedores devem dispor de um processo em vigor para que seu pessoal seja capaz de manifestar quaisquer preocupações sem receio de retaliação.

    Os funcionários da Kingston e os funcionários dos fornecedores da Kingston devem apresentar relatórios confidenciais sobre possíveis violações, preocupações ou reclamações de ordem ética envolvendo funcionários de fornecedores e da própria Kingston através dos seguintes métodos:

    Localização EUA, Califórnia
    Linha direta 1(888)435-5453
    E-mail [email protected]
    Endereço 17600 Newhope Street, Fountain Valley, CA 92708 USA.
  7. Abastecimento responsável de minerais

    A Kingston adota uma política e realiza diligência prévia sobre as fontes e cadeia de custódia de tântalo, estanho, tungstênio e ouro nos produtos fabricados para assegurar com certo grau de razoabilidade que os materiais são obtidos de um modo consistente com a Diretriz da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD) para Cadeias de Minerais com Suprimento Responsável a partir de áreas de Alto Risco e Áreas afetadas por Conflitos ou uma estrutura de diligência prévia equivalente e reconhecida.

  8. Privacidade

    A Kingston tem o compromisso de proteger expectativas de privacidade razoáveis das informações pessoais de todos aqueles com quem realiza negócios, incluindo fornecedores, clientes, consumidores e funcionários. A Kingston cumpre as leis de privacidade e segurança da informação e as exigências regulatórias quando informações pessoais são coletadas, armazenadas, processadas, transmitidas e compartilhadas.

F. Sistema de Gestão

Os fornecedores devem adotar ou estabelecer um sistema de gestão cujo escopo esteja relacionado ao conteúdo deste Código. O sistema de gestão foi elaborado para assegurar: (a) conformidade com as leis, regulamentações e exigências dos clientes aplicáveis, relacionadas a operações e produtos do Fornecedor; (b) conformidade com este Código; e (c) identificação e mitigação dos riscos operacionais associados a este Código. Esse sistema também viabiliza um contínuo aprimoramento.

O sistema de gestão deve conter os seguintes elementos:

  1. Compromisso da Empresa

    Declarações da política de responsabilidade corporativa social e ambiental afirmando o compromisso da Kingston com a conformidade e aprimoramento contínuos, endossado pela gerência executiva e afixado na instalação no idioma local.

  2. Compromisso e responsabilidade administrativa

    A Kingston identifica claramente a alta administração e os representantes da empresa como responsáveis por assegurar a implementação dos sistemas de gerenciamento e programas associados. A alta administração analisa regularmente o status dos sistemas de gestão.

  3. Exigências legais e dos clientes.

    Um processo para identificar, monitorar e compreender as leis e regulamentações aplicáveis, e ainda as exigências dos clientes, inclusive as exigências deste Código.

  4. Avaliação de Risco e Gestão do risco

    Um processo para identificar a conformidade legal, ambiental, de saúde e segurança e práticas de trabalho e riscos éticos associados às operações da Kingston. Determinação da importância relativa de cada risco e a implementação de controles e procedimentos físicos apropriados para administrar os riscos identificados e assegurar conformidade regulatória.

  5. Objetivos do aprimoramento

    Objetivos de desempenho por escrito, metas e planos de implementação para aprimorar o desempenho social, ambiental e de saúde e segurança da Kingston, incluindo uma avaliação periódica do nosso desempenho para atingir tais objetivos.

  6. Treinamento

    Programas para treinamento de gerentes e trabalhadores visando implementar políticas, procedimentos e objetivos de aprimoramento da Kingston para cumprimento das exigências legais e regulatórias aplicáveis.

  7. Comunicação

    Um processo para comunicação das informações de maneira clara e precisa sobre s políticas, práticas, expectativas e desempenho da Kingston em relação a trabalhadores, fornecedores e clientes.

  8. Feedback do trabalhador, Participação e Reclamações

    Processos permanentes, incluindo um mecanismo de reclamações eficiente, para avaliar a compreensão dos trabalhadores e obtenção de feedback ou sobre violações das práticas e condições cobertas por este Código e promover o aperfeiçoamento contínuo. Deve ser oferecido aos trabalhadores um ambiente seguro para que possam fazer reclamações e fornecer feedback sem receio de represália ou retaliação.

  9. Auditoria e Avaliações

    Autoavaliações periódicas para garantir a conformidade com as exigências legais e regulatórias, o conteúdo do Código e requisitos contratuais dos clientes relacionados à responsabilidade social e ambiental.

  10. Processo de ação corretiva

    Um processo para correção em tempo hábil das deficiências identificadas por avaliações, inspeções, investigações e análises internas ou externas.

  11. Documentação e Registros

    Criação e manutenção de documentos e registros para garantir a adequação e conformidade com as exigências da empresa juntamente com a confidencialidade apropriada para proteção da privacidade.

  12. Responsabilidade do fornecedor

    Um processo para comunicar as exigências do Código aos fornecedores e monitorar a conformidade do fornecedor ao Código.