Resumo Técnico

Entendendo Excesso de Provisionamento (OP)

Embora as unidades de estado sólido (SSDs) sejam com frequência similares a unidades de disco rígido (HDDs) mecânicas em dimensões físicas (por exemplo, altura, largura e comprimento) e interface externa (por exemplo, interface SATA ou SAS), a operação interna de nível baixo e os componentes de um SSD diferem enormemente do design do disco magnético rotativo de um HDD.

Após a montagem de um SSD, o fabricante do SSD pode reservar um percentual adicional da capacidade total da unidade para Excesso de Provisionamento (OP) durante a programação do firmware. O excesso de provisionamento melhora a performance e frequentemente aumenta a resistência do SSD, ajudando a unidade a durar mais porque a Controladora do SSD tem mais armazenamento Flash NAND disponível para reduzir o desgaste do NAND Flash durante sua vida útil.

Para calcular o percentual de excesso de provisionamento (OP) de um SSD, pode ser usada a fórmula da Figura 1.

Percentual de Excesso de Provisionamento =

Capacidade Física - Capacidade do Usuário


Capacidade do usuário

Figura 1. Fórmula do percentual de excesso de provisionamento.

É comum ver um excesso de provisionamento de 7 por cento presente em muitos SSDs. Veja a Figura 2 para a discriminação da capacidade física presente em um SSD verso a capacidade do usuário disponível após o excesso de provisionamento.

Capacidade física Capacidade do usuário % de Excesso de Provisionamento Classe de aplicação
64 GB 60 GB 7% Leitura intensiva
96 GB 90 GB 7% Leitura intensiva
128 GB 120 GB 7% Leitura intensiva
128 GB 100 GB 28% Gravação mais intensiva
256 GB 240 GB 7% Leitura intensiva
256 GB 200 GB 28% Gravação mais intensiva
512 GB 480 GB 7% Leitura intensiva
512 GB 400GB 28% Gravação mais intensiva
1024GB 960GB 7% Leitura intensiva
1024GB 800GB 28% Gravação mais intensiva
2048GB 1800GB 14% Leitura intensiva
2048GB 1600GB 28% Gravação mais intensiva

Figura 2 Excesso de Provisionamento com base em capacidade e classe de aplicação

As aplicações podem ser mais intensivas em leitura, como as cargas de trabalho de clientes típicos onde um usuário realiza geralmente 20% de gravação para 80% de leitura. Aplicativos empresariais utilizando um dispositivo de armazenamento para cache de leitura seriam intensivos em leitura; se esses aplicativos gravassem mais dados em um dispositivo de armazenamento, então seriam mais intensivos em gravação.

A capacidade de excesso de provisionamento (OP) definida pelo fabricante do SSD pode variar em tamanho, dependendo da classe de aplicação do SSD e do total de capacidade da memória Flash NAND.

Unidades com maiores capacidades e diferentes classes de aplicação são normalmente configuradas com excesso de provisionamento proporcionalmente maior devido às exigências dos recursos para gerenciar mais Flash NAND com o uso dos recursos de Coleta de Lixo, blocos de reserva e proteção de dados aperfeiçoada.

Essa capacidade de excesso de provisionamento não é acessível para o usuário e invisível para o sistema operacional do host. É estritamente reservada para uso da controladora do SSD.

        Back To Top