Percebemos que você está visitando o site do Reino Unido. Gostaria de visitar nosso site principal?

Homem de negócios dormindo e se deslocando para trabalhar em um trem subterrâneo de Londres

O aumento em dispositivos perdidos de 25% revela uma ameaça à segurança de dados em movimento

Os passageiros e as organizações possuem o risco de perda de dados à medida que o número de dispositivos perdidos no transporte público está crescendo

Mão colocando um cubo de madeira com ícone de casa em 3 cubos com ícone de escritório

Pelo segundo ano consecutivo, a Kingston Technology descobriu que o número de dispositivos eletrônicos perdidos no transporte em Londres aumentou. Desta vez em mais de 25% durante 2022/23*.

Os dados obtidos através de um pedido de Liberdade de Informação (FOI) à rede TFL (Transport for London) de Londres mostraram que as perdas de dispositivos se tornaram mais frequentes nos meios de transporte mais comuns em Londres, incluindo ônibus, táxis, London Overground, Transporte subterrâneo, TFL Rail e Docklands Light Railway.

Esta estatística deve ser preocupante, uma vez que muitos trabalhos agora oferecem trabalho híbrido, e funcionários regularmente se deslocam com dispositivos que contêm informações da empresa.

Mas não para por aí. Os modos de transporte mais comumente usados pelos viajantes sugerem o mais alto risco, com perdas no metrô de Londres subindo 39% e 40% nas viagens de táxi.

Como isso poderia te afetar?

Nossos dispositivos do trabalho estão cheios de dados privados da empresa, sejam senhas de empresas, documentos, informações de clientes e financeiras.

A exposição desses dados a terceiros pode levar a consequências graves para uma organização, incluindo multas devido à legislação GDPR e CCPA, perda de segredos comerciais, perda de dados de funcionários e danos à reputação.

Dentro de um ambiente de escritório, esses dados podem ser protegidos por uma sólida estratégia de segurança de TI. Mas fora do escritório, os dispositivos não são mais protegidos pelos mesmos níveis de segurança cibernética e pela política de DLP (prevenção de perda de dados).

O trabalho híbrido é agora parte da vida diária de milhões de nós, por isso todos devemos nos preocupar com a notícia de que o número de dispositivos perdidos aumentou em mais de 25%. Com mais pessoas se deslocando, isso mostra que qualquer pessoa poderia deixar um dispositivo em um táxi ou em um trem. As organizações devem se preparar com antecedência para essa possibilidade para garantir que os dados dos funcionários e da empresa estejam seguros. As soluções Kingston IronKey podem ajudar.
Rob Allen, Diretor de Marketing e Serviços Técnicos - Kingston Technology EMEA

Como evitar a perda de dados e possíveis violações

A necessidade de funcionários de viajar com seus dados continua sendo importante. E como a falta de flexibilidade pode resultar em funcionários que procuram soluções alternativas não seguras, a flexibilidade não deve custar a segurança. É por isso que a maneira mais segura de manter os dados móveis seguros é mantê-los dentro de dispositivos de armazenamento que oferecem criptografia baseada em hardware. Ao usar armazenamento criptografado por hardware, se o dispositivo for perdido, você pode estar seguro sabendo que um ladrão ou outro terceiro mal-intencionado não poderá obter acesso aos dados que ele contém.

A linha de pendrives criptografados e as soluções de armazenamento SSD externos da Kingston IronKey são as ferramentas perfeitas para manter os dados seguros. Confiável e certificado por agências governamentais, inteligência militar e empresas, a Kingston IronKey tem a mais forte força de criptografia disponível, com segurança certificada FIPS e AES (Advanced Encryption Standard) 256. Se um dispositivo Kingston IronKey for extraviado ou roubado, os dados serão praticamente impossíveis de serem acessados por terceiros.

O uso dos drives da Kingston IronKey gera menos problemas para qualquer organização, garantindo tanto a conformidade com as regulamentações quanto a ameaça significativamente reduzida de perda de informações e violações de dados para funcionários de deslocamento e viagem.

Por que a criptografia de software não garante proteção de dados

Algumas organizações acham que estão seguras porque protegem seus dados protegendo os drives USB não criptografados usando software de criptografia, que é desbloqueado simplesmente usando uma senha. Mas esta abordagem para a proteção de dados é falha.

A criptografia baseada em software é uma criptografia removível, pois há muitas ferramentas de software disponíveis para qualquer invasor, permitindo que eles forcem senhas ou explorem outras vulnerabilidades da criptografia de software. Isso torna o comprometimento mais provável, abrindo a porta para perda de dados ou até mesmo uma violação total da rede de uma empresa.

Com pendrives criptografados por hardware como da Kingston IronKey, os dados são criptografados com todas as informações de segurança protegidas dentro do próprio dispositivo, o que protege contra ferramentas de ataque de força bruta com exclusão criptográfica de drive ao exceder as contagens de tentativas de senha. Como resultado, o uso de dispositivos Kingston IronKey pode significar a diferença entre "apenas" perder um drive e ter um dispositivo perdido expondo os dados da sua empresa.

#KingstonIsWithYou #KingstonIronKey

Ícone Pergunte a um Especialista da Kingston em um chipset de placa de circuito

Pergunte a um Especialista

Planejar a solução certa de memória exige um conhecimento das metas de segurança de seu projeto. Deixe que os especialistas da Kingston orientem você.

Pergunte a um Especialista

Artigos relacionados