Percebemos que você está visitando o site do Reino Unido. Gostaria de visitar nosso site principal?

O SSD Kingston FURY Renegade com dissipador de calor instalado em um PlayStation 5

PlayStation 5 e SSDs heatsink explicados

Você tem um PlayStation 5™ (PS5)?

Se sim, então você sabe que em setembro de 2021, a Sony introduziu a capacidade de instalar um SSD interno no console PS5 para expandir seu armazenamento. Foi uma ótima notícia para os usuários do PS5, já que o console só vem com um SSD de 875 GB, que após o espaço ocupado pelo software do sistema, não é muito armazenamento para os gamers. Especialmente dado o tamanho dos jogos desta geração, você não quer gastar todo esse dinheiro em um PS5 e depois ficar sem armazenamento!

No entanto, esta boa notícia sobre a opção de adicionar armazenamento extra ao console era uma espada de dois gumes, uma vez que também veio com uma lista de requisitos rigorosos e específicos da Sony. Esses requisitos significavam que você não poderia apenas instalar qualquer SSD no PS5, ele tinha que ser um drive PCIe Gen 4 M.2 NVMe e atingir uma velocidade mínima de leitura de 5500MB/s. Além disso, uma das maiores recomendações que fizeram a comunidade de jogos falar foi que a Sony disse que o SSD usado para armazenamento interno precisava de dissipação de calor eficaz usando uma estrutura de resfriamento, como um heatsink.

Neste artigo, queremos abordar o objetivo dos dissipadores de calor, e se você realmente precisa usar um.

O que é um heatsink?

O SSD Kingston FURY Renegade com dissipador de calor em um console do PlayStation 5

Um heatsink é uma estrutura de resfriamento que se conecta ao seu SSD e o resfria transferindo o calor para fora do dispositivo. Os heatsinks são geralmente feitos de um material altamente condutivo que pode absorver rapidamente o excesso de calor.

Todos os SSDs precisam de um heatsink?

SSDs funcionam de acordo com seus padrões específicos sem heatsink. No entanto, à medida que as gerações de SSDs ficam mais rápidas e menores, elas geram mais calor. A gravação ou leitura de dados em qualquer SSD necessita de eletricidade para movê-los para o dispositivo, e essa eletricidade produz calor. Se você quiser obter o mais alto desempenho do seu drive, uma estrutura de resfriamento, como um heatsink, é recomendada para otimizar a temperatura do drive. Um SSD funcionará normalmente sem um dissipador de calor, mas para um PC de uso intensivo, considere atualizar para um SSD com um modelo de dissipador de calor.

O meu PS5 precisa realmente de um dissipador de calor?

Se você planeja adicionar um SSD interno ao seu PS5 para armazenamento extra, a Sony recomenda ter um dissipador de calor ou estrutura de resfriamento para que o desempenho do console não seja afetado pelo aumento das temperaturas. Você pode comprar SSDs com um dissipador de calor ou pode comprar e instalar um dissipador de calor separadamente. Recomendamos a compra de um SSD compatível com PS5 com um dissipador de calor. O SSD Kingston FURY Renegade com heatsink (dissipador de calor) está pronto para PS5 e vai esfriar seu drive e manter o máximo desempenho. Consulte o nosso guia para instalar um SSD M.2 em um PlayStation 5.

Conclusão

Ao instalar um SSD interno com um dissipador de calor no console do seu PS5, você pode usar o armazenamento adicional para jogos, aplicativos e capturas de tela sem se preocupar com o superaquecimento da unidade. Invista em um SSD compatível com PS5 com heatsink e veja sua biblioteca de jogos expandir!

#KingstonIsWithYou #KingstonFURY

Artigos relacionados